Escolha o Idioma:        

Papers

Determinantes da concentração da cotonicultura na Amazônia Legal (189)
Autor(es): Indio Campos, Alexandre Magno de Melo Faria
Ano: 2006
Resumo: O processo da retomada da produção cotonícola no Brasil durante a segunda metade da década de 1990 ocorreu em uma nova configuração técnica e espacial. Mais da metade da produção passou a ser realizada somente no estado de Mato Grosso, na Amazônia Legal. O objetivo deste trabalho foi identificar as variáveis que agiram sobre aquele espaço e determinaram a concentração da produção cotonícola. Foram utilizadas categorias de análise oriundas da Teoria do Desenvolvimento Endógeno para explicar as possíveis fontes das vantagens competitivas do algodão mato-grossense e a convergência da produção em um espaço delimitado. Os resultados apontam para: (i) a geração de tecnologia local no ano de 1991, a partir da cooperação entre a empresa Itamarati Norte e a EMBRAPA; (ii) o aprendizado dinâmico pelos agentes produtivos locais; (iii) a difusão dos conhecimentos técnicos por todo o espaço regional; (iv) a criação de incentivos fiscais pelo Governo Regional; e (v) a criação de um espaço de interlocução entre diversos agentes públicos e privados. A ação da iniciativa privada, do Governo Regional e de instituições de P&D formatou um arranjo produtivo do algodão pautado em ações endógenas, que garantiram uma acumulação de capital elevada e, conseqüentemente, a convergência produtiva do algodão em Mato Grosso.
Palavras-chave: Algodão. vantagens competitivas. Aprendizado dinâmico. Cooperação.
Abstract:

O processo da retomada da produção cotonícola no Brasil durante a segunda metade da década de 1990 ocorreu em uma nova configuração técnica e espacial. Mais da metade da produção passou a ser realizada somente no estado de Mato Grosso, na Amazônia Legal. O objetivo deste trabalho foi identificar as variáveis que agiram sobre aquele espaço e determinaram a concentração da produção cotonícola. Foram utilizadas categorias de análise oriundas da Teoria do Desenvolvimento Endógeno para explicar as possíveis fontes das vantagens competitivas do algodão mato-grossense e a convergência da produção em um espaço delimitado. Os resultados apontam para: (i) a geração de tecnologia local no ano de 1991, a partir da cooperação entre a empresa Itamarati Norte e a EMBRAPA; (ii) o aprendizado dinâmico pelos agentes produtivos locais; (iii) a difusão dos conhecimentos técnicos por todo o espaço regional; (iv) a criação de incentivos fiscais pelo Governo Regional; e (v) a criação de um espaço de interlocução entre diversos agentes públicos e privados. A ação da iniciativa privada, do Governo Regional e de instituições de P&D formatou um arranjo produtivo do algodão pautado em ações endógenas, que garantiram uma acumulação de capital elevada e, conseqüentemente, a convergência produtiva do algodão em Mato Grosso.

[ fazer download ]
Endereço: Av. Perimetral, Número 1 - Guamá, Belém - PA, Brasil Código Postal: 66075-750 55(91) 3201-7231