Escolha o Idioma:        

Papers

Condições e limites de empreendimentos fabris de base extrativa na Amazônia: beneficiamento da castanha (152)
Autor(es): Marília Ferreira Emmi, Rosa Elizabeth Acevedo Marin
Ano: 2000
Resumo: O artigo levanta pontos de uma problemática da industrialização na região Amazônica, no caso específico de domínio de uma base extrativa (extrativismo vegetal). Verifica os empreendimentos fabris que se instalaram em núcleos urbanos da Amazônia, desde fins do século passado, e que tiveram por base a coleta de gêneros extrativos e a orientação para o mercado externo. Examina o beneficiamento da castanha do Pará vinculando-a a estrutura e desempenho da economia regional. Faz um levantamento das usinas e sua evolução através do tempo até a fase atual. Essas usinas compõem um conjunto de estabelecimentos com trajetórias pouco diversificadas, enquanto as tecnologias não são absorvidas e as práticas autoritárias generalizam-se no seu interior. Como no passado o beneficiamento de castanha não encontrou espaço na conceituação rigorosa de indústria, refazendo-se enquanto vinculada às estratégias latifundiárias e mercantis-exportadoras de grupos dominantes na economia da castanha.
Palavras-chave: Extrativismo vegetal. Castanha do Pará. Beneficiamento da castanha. Exportadores de castanha. Grupos oligárquicos.
Abstract:

This article raises points regarding a problem with industrialization in the Amazon region, in the specific case of those with and extractive base (vegetal extraction). The paper verifies the industrial initiatives which have been installed in Amazonian urban centers since the end of the last century, which were based on the collection of extractive products and were oriented towards the export market. Next paper examines the processing of Brazil nuts and its links to the structure and performance of the regional economy. Tha paper also undertakes a survey of the Brazil nut processing factories and their development through time up to the present phase. These factories comprise a group of establishments with little diversity in their respective trajectories. New technologies are not absorbed and authoritarian industrial practices have become generalized in the interior. As in the past, the processing of Brazil nuts did not find space in the prevailing rigorous conception of industry, the Brazil nut industry remad itself while linked to the large land owning and mercantile export strategies of the dominant groups in the Brazil nut economy.

[ fazer download ]
Endereço: Av. Perimetral, Número 1 - Guamá, Belém - PA, Brasil Código Postal: 66075-750 55(91) 3201-7231