Escolha o Idioma:        

Seminário Interdisciplinaridade, Ciência e Política na Amazônia

Seminário Interdisciplinaridade, Ciência e  Política na Amazônia

 

Apresentação

 Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido, do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (PPGDSTU/NAEA-UFPA), ancorado no conjunto de professores e discentes da disciplina Fundamentos Epistemológicos da Interdisciplinaridade,propõe como evento de finalização da citada disciplina, a realização do Seminário “Interdiciplinaridade, Ciência e Política na Amazônia”.  O evento terá caráter aberto à comunidade universitária com objetivo de  debater temas e questões controversas do que temos, desenvolvemos e entendemos como práticas de interdisciplinaridade e suas possibilidades e condições em contribuir para as relações  entre ciência(s) e sociedade. Entende-se, também, que por a Amazônia se tratar de um sistema político, social, econômico e científico complexo, especialmente no contexto de crise continuada que é imposta à região, o debate político sobre o papel da prática científica interdisciplinar é relevante a nos fazer adentrar nas relações sociedades e natureza no mundo social da Amazônia.

 

Objetivos

 

Os Programas de Pós-Graduação que têm como objeto a própria interdisciplinaridade estão pressionados a reinvestir no trabalho científico de examinar os instrumentos de conhecimento reflexivo sobre a prática interdisciplinar, sobre as condições e os limites sociais desse fazer e sobre a vigilância e superação de obstáculos implicados na posição de conhecimento interdisciplinar específica que ocupam.  

É objetivo do Seminário promover diálogos, que já existem no PPGDSTU, com outros Programas de Pós-Graduação da Universidade Federal do Pará, e com os Programas de Pós-Graduação em Desenvolvimento Socioespacial e Regional (PPGDSR-UEMA) e em Demandas Populares e Dinâmicas Regionais (PPGDIRE-UFT), por meio do PROCAD Amazônia, a fim de refletir sobre uma nova interdisciplinaridade entre as Ciências Humanas e as Ciências Naturais e Exatas, com  o que se denomina por “novas ciências” (CASANOVA, 2006).

Compreende-se que o seminário atingirá sua finalidade dialogando amplamente com docentes e discentes dos PPGs em Ciências Sociais, que serão convidados para debater sobre práticas de ensino e de pesquisa interdisciplinar, bem como também a refletir sobre os limites e obstáculos às mesmas práticas desde experiências de ensino, pesquisa e extensão em curso.

Programação

Com fins de lançar ideias e provocações acerca das práticas interdisciplinares no contexto das “novas ciências”, mas, também, de permitir o debate sobre este contexto de forma coletiva e permitindo o acesso dos estudantes, o seminário será estruturado por 02 mesas redondas, que se realizarão no turno da manhã de cada um dos dias de seminário, entre 14 e 15 de junho de 2019, e quatro Grupos de Trabalho (GTs), que estarão organizados para a parte da tarde.   

Está ainda proposta no âmbito do PROCAD entre o PPGDSTU (NAEA-UFPA), o PPGDIRe (UFT-Araguaína) e o PPGDSR (UEMA) uma atividade no Território Quilombola do Abacatal, no município de Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém (RMB). O seminário estará, então, compreendido entre os dias 13 e 15 de junho de 2019.

 

Primeiro dia: 13 de junho - Manhã

Mesa de Abertura - 09h a 09h30min  

Pro-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Coordenação do PPGDSTU, Coordenação PROCAD,  Direção do NAEA

Local: Auditório do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos

 

Mesa I- Práticas de Interdisciplinaridade, Política e Amazônia

09h30min às 12h

Prof. Dr. Flávio Barros - Instituto de Estudos de Agricultura Familiar (INEAF-UFPA)

Prof. Dr. Fabiano Gontijo - Programa de Pós-Graduação em Antropologia e Arqueologia (PPGAA)

Profa.  Dra. Rosa Elizabeth Acevedo Marin – Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido (PPGDSTU) e Programa de Pós-Graduação em Cartografia Social da Amazônia (UEMA)

Coordenação: Prof.Dr. Miguel Pacífico Filho  (Coordenador – PPGDIRe UFT)

 

Tarde: 14h às 18h

Grupos de Trabalho

 

Grupo I:   Interdisciplinaridade nas universidades

O que é concebido como interdisciplinaridade no Brasil e quais os estímulos para que seja desenvolvida política e pedagogicamente?  Para responder esta pergunta, é importante saber quais as instituições de ensino superior e de pesquisa no Brasil que desenvolvem programas e agendas de formação com ênfase na interdisciplinaridade, concentrando-se também nesta grande área de estudos. A proposta é que o grupo realize o debate dessas experiências, indicando avanços e obstáculos, sobretudo, se considerada a realidade amazônica.

Coordenadora: Profa. Dra. Rosa Acevedo Marin

Grupo II. Pesquisas Interdisciplinares: limitações e desafios

O que faz uma pesquisa interdisciplinar e, ao mesmo tempo, por que seria necessário realizar pesquisas interdisciplinares? Este grupo se destina a debater estas questões e a debruçar sobre os pressupostos e coordenadas de uma pesquisa interdisciplinar, refletindo sobre as mesmas de forma colaborativa. Esta reflexão cooperada sobre o quê e quais são os pressupostos de uma pesquisa interdisciplinar ajuda igualmente a refletir sobre a definição e delineamento de novos objetos – e de novos sujeitos – de estudos face às realidades sociais, políticas e ambientais na região amazônica.  Espera-se que o grupo avance na reflexão sobre as limitações e os desafios da interdisciplinaridade a partir de situações específicas.

Coordenador: Prof.Dr.José Sampaio Junior ( PPGDSR/UEMA)

Local: Sala de Aula PPGDSTU

 

Segundo dia: 14 de Junho - Manhã

09h30min às 12h

Mesa II - Ciência e Conhecimento: Saberes e Fazeres da Pesquisa em Contextos de Diversidade e Adversidade

Profa. Dra. Lígia Simonian - Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido (PPGDSTU/NAEA-UFPA)

Prof. Dr. Armando Lírio - Programa de Pós-Graduação em Economia  (PPGECO-UFPA)

Profa. Dra. Solange Maria Gayoso - Programa de Pós-Graduação em Serviço Social (PPGSS-UFPA)

Coordenação:  Prof. Dr. Carlos Frederico Burnett Lago ( PPGDSR/UEMA)

Local: Auditório Prof. Armando Dias Mendes - Núcleo de Altos Estudos Amazônicos

 

Tarde: 14h às 18h 

Grupos de Trabalho

Grupo III: Práticas interdisciplinares e política científica

Este grupo tem o objetivo de refletir sobre as praticas interdisciplinares nos programas de pós-graduação e na universidade como um todo, inclusive fazendo uma reflexão sobre possíveis diferenças entre uma abordagem teórica-epistemológica interdisciplinar e praticas de extensão interdisciplinares. Tal reflexão é importante especialmente na Amazônia onde cresce o numero tanto de programas interdisciplinares, quanto aqueles programas, que não se encontram na grande área interdisciplinar, mas, que se utilizam de ferramentas interdisciplinares para pensar seus objetos de conhecimento e analise, como são aqueles relacionados ao planejamento regional e urbano e à própria ecologia.

Coordenadora: Profa. Dra. Thelma Borges (PPGDIRe/UFT-Araguaína)

 

Grupo IV: Ciência e saberes: unidade e resistência

Gaston Bachelard e, mais contemporaneamente, Isabelle Stengers já nos chamavam a atenção para que a ciência é uma das formas de organizar o pensamento; mas, não é absolutamente a única. Na última década no Brasil, temos visto o avanço de pesquisas colaborativas que buscam destacar a autoria dos povos indígenas e povos e comunidades tradicionais na produção de conhecimento critico e, ao mesmo tempo, emancipatório, no caminho da construção das resistências, seja na territorialidade especifica, seja no território da universidade. O crescimento de pesquisas feita com esses povos e, também, pelos próprios povos e comunidades nos coloca novos desafios em dimensões éticas e, igualmente, no desenho e desenvolvimento de nossos problemas de pesquisa cientificamente e politicamente. A resistência de um saber insurgente questiona as bases da produção cientifica e de seu suposto rigor nos colocando dimensões epistemológicas e metodológicas outras para a pratica da criação e organização do conhecimento enquanto empreendimento comum e continuo, ainda que com rupturas e disputas. Este grupo de trabalho pretende refletir sobre os arranjos resistentes e colaborativos de produção e reprodução de conhecimento que advém de vidas (e estratégias) persistentes, em contextos de crise continuada e fabricada.

Coordenadora: Prof. Dra. Marcela Vecchione Gonçalves (PPGDSTU/NAEA-UFPA)

 

Terceiro dia: 15 de Junho

Visita de campo*

Horário:   9h30 às  14h.

Comunidade Quilombola Abacatal

 

Inscrições gratuitas. Clique no link do SISNAEA

 

Apoio 

CAPES PROCAD Amazônia

PPGDSTU

Pró-Reitoria de Extensão – UFPA

 

 

* Restrita aos estudantes do curso de Fundamentos Epistemológicos da Interdisciplinaridade e a parceiros do PROCAD Amazônia)

 


A disciplina Fundamentos Epistemológicos da Interdisciplinaridade consta da grade curricular com caráter de obrigatoriedade para os discentes de Mestrado e de Doutorado no PPGDSTU, desde 2013, e, aponta esses debates.

 

 
 

 

 

 

 

Endereço: Av. Perimetral, Número 1 - Guamá, Belém - PA, Brasil Código Postal: 66075-750 55(91) 3201-7231