Fórum Paraense de Pontos de Cultura no Naea

Naea sedia encontro do Fórum Paraense de Pontos de Cultura.

O Fórum Paraense de Pontos de Cultura é a instância maior e soberana de debate, definição de estratégias e deliberação política do movimento estadual de Pontos de Cultura. Por meio do Fórum, definem-se suas pautas e agendas sociopolíticas e socioculturais, bem como se promove o intercâmbio de saberes e práticas, é um espaço múltiplo e diverso onde todos e todas são agentes de transformação social. Assim, será realizado este ano em 16 e 17 de março, no auditório prof. Armando Mendes, do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos – NAEA/UFPA, e contará com vasta programação de palestras e rodas de debates sobre assuntos pertinentes ao movimento, tais como a situação do Pontos de Cultura do Pará junto a SECULT PA, a continuidade da Política Nacional Cultura Viva junto ao MinC, as interfaces com outros movimentos socioculturais no Brasil e no exterior, e os próximos passos do movimento diante dessa situação de perdas de direitos e de golpe à democracia brasileira. Confira a programação:

 

Programação:

Dia 16 de março

9:00 h. – ritual de acolhida. Responsável: Mestre Aderbal Ashogun – Comissão Nacional de Pontos de Cultura – CNPdC / RJ.

 

9:20 h. – Mesa de abertura/ falas de saudação – Representantes da Comissão Nacional de Pontos de Cultura – CNPdC, Comissão Estadual de Pontos de Cultura – CPPC, Ministério da Cultura – MinC, Secretaria de Estado de Cultura – SECULT – PA, direção do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos – NAEA/UFPA, da Assembléia Legislativa do Pará – ALEPA e Câmara Municipal de Belém – CMB.

 

10:00 h. – Roda de debates I – Tema “Quando a poesia virou política: o percurso e os desafios da Política Nacional Cultura Viva e Pontos de Cultura no Brasil de hoje”.

  • Carlos Eduardo Siqueira – é membro da coordenação dos ARGONAUTAS Ambientalistas da Amazônia e Ponto de Cultura Ananin, Mestre em Ciência Política/UFPA e Doutorando em Relações Internacionais/Unb.
  • Aderbal Ashogun – Mestre de Cultura, liderança nacional e internacional das comunidades de povos de terreiros, artista multimídia, coordenador do Pontão de Cultura Articula Matriz Africana. Membro da CNPdC.

·         Alberdan Batista – Representação Regional Norte MinC.

·         José Maria Reis – membro do colegiado representante do Pará na CNPdC. Animador da REDE AJURICABA. Doutorando em Desenvolvimento Socioambiental (PPGDSTU/NAEA/UFPA). Professor e pesquisador de Cultura e Políticas Culturais.

  • Moderador: Prof. Dr. Silvio Figueiredo – PPGDSTU/NAEA/UFPA.

 

11:20 h. – Debate aberto ao público.

 

12:00 h. – 14:00 – Intervalo para o almoço (RU).

 

14:30 – Roda de Debates II – “A Cultura é Viva! Diversidade Cultural, a Lei n. Lei Cultura Viva (lei n. 13.018/2014) e os mecanismos de implementação da Política Nacional de Cultura Viva Comunitária”.

  • Maria Divina Guarani e Leonardo Guarani – lideranças indígenas, Ponto de Cultura Mbya arandu Mberete Guarani – Jacundá.
  • Laurene Ataíde – Mestra de Cultura, socióloga, especialista em Cultura e Acessibilidade, Coordenadora do Ponto de Cultura Ninho do Colibri – ilha de Caratateua/Belém.
  • Representante da SCDC/MinC. (a confirmar).
  • Moderadora: Luci Azevedo – Professora, animadora da REDE AJURICABA, fundadora da Ong Caminho da Vida/Ponto de Cultura Conquistar – Abaetetuba, membro do colegiado PA e representante do GT AMAZÔNICO da CNPdC.

 

15:30 h. – Debate aberto ao público.

 

16:00 h. – Intervalo Café com Pupunha.

 

16:30 – Rodas de debates III – “ O Sistema Nacional de Cultura e situação dos Pontos de Cultura no estado Pará: entraves, perspectivas e desafios”.

  • Valcir Santos – Professor e pesquisador da UFPA, Conselheiro Municipal de Cultura de Belém.
  • Jorge Sales – administrador, coordenador do Ponto de Cultura Musica sem fronteiras. Membro do colegiado PA na CNPdC.
  • Representante da SECULT PA (a confirmar).
  • Representante da Regional Norte MinC.
  • Moderação: Deize Botelho – Ponto de Cultura GAM – Marabá.

 

17:30 h. – Debate aberto ao público.

 

18:00 h. – Encerramento dos trabalhos.

 

Dia 17 de março.

9:00 h. Início dos Grupos de Trabalhos – GT’s.

GT I – Integração aos Sistemas (Nacional, Estadual e Municipais) de Cultura;

GT II – Propostas e encaminhamentos para a Política Nacional Cultura Viva em nível nacional (Rede Cultura Viva).

GT III - Propostas e encaminhamentos para a Política Nacional Cultura Viva em níveis estadual e municipais.

GT IV - Propostas e encaminhamentos para a Política Nacional Cultura Viva em nível internacional.

 

12:00 h. – 14 h. Intervalo para o almoço.

 

14: 15 h. – Retorno aos Grupos de trabalhos.

 

16:00 h. – 16:30 – Conclusão dos trabalhos em grupos e referendo das propostas.

 

16:30 – Encerramento: “Todas e Todos rumo a Quito! Informes para o 3º Congresso Latino-Americano de Cultura Viva Comunitária (Quito, Equador/ novembro de 2017) ”

* Alexandre Santini – membro do Conselho Latinoamericano de Cultura Viva Comunitária, esteve na gestão da SCDC/MinC, mestre em Cultura e Territorialidades – UFF, e atualmente é diretor do Teatro Popular Oscar Niemeyer, em Niterói – RJ.

Endereço: Av. Perimetral, Numero 1 - Guamá, Belém - PA, Brasil Código Postal: 66075-750 +55(91) 3201-7231

Desenvolvido por Equilibriumweb