Escolha o Idioma:        

O professor Aragón (ao centro), profa. Nírvia Ravena e Laírson Costa

Lançamento reúne a comunidade do Naea.

Na manhã da última sexta-feira, dia 26 de agosto de 2016, ocorreu no auditório do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos - Naea - o lançamento dos livros “Memorial Acadêmico: Trajetória Intelectual e Percurso Internacional de um Professor do Naea”, de autoria do Prof. Dr. Luis E. Aragón, e “Desenvolvimento, Integração e Conservação da Pan-Amazônia”, organizado pelo Prof. Dr. Luiz E. Aragón e Pedro M. Staevie. O lançamento contou com a presença de professores, técnicos e estudantes da universidade.

A Profa. Dr. Nírvia Ravena iniciou sua fala agradecendo todos os presentes no lançamento e falou um pouco a respeito do professor Aragón e a sua relação com o Naea, Cátedra Unesco, UNAMAZ (Associação de Universidades Amazônicas), livros publicados e além disso, a professora relatou também: “O professor Aragón tem uma história eu acho que esse currículo dele não consegue expressar a importância que ele tem para Amazônia e a importância que ele tem para o Naea (...) Eu aprendi a importância de ter um aluno latino americano, a importância de valorizar isso com o professor Aragón também”.

 

Livros - Em seu relato o Prof. Luiz Aragón agradeceu a editora do Naea pela publicação dos dois livros, falou a respeito de suas duas obras. Em relação ao livro intitulado “Memorial Acadêmico: Trajetória Intelectual e Percurso Internacional de um Professor do Naea” o professor disse: “O primeiro é o “memorial acadêmico” seguindo eu vi dois processos particular o meu e do prof. Saint-Clair após esse esforço gigantesco que é. E eu não imaginei que esse negócio era tão complicado (....) É uma história de quase  40 anos para recuperar todas as documentação para recuperar todas as publicações e todos os eventos as visitas e organizá-las de maneira orgânica, não é simplesmente um currículo acumulado tal. Tem que ter uma história tem que ter um elo (...) Inclusive tem que ter um título que reflita. E o Saint-Clair é muito claro sobre o  “rio”, ele faz uma associação entre a vida acadêmica, a trajetória acadêmica e o rio, desde as nascentes até as embocaduras e o retorno, sabe ,  então ele vai capitulo por capitulo nessa comparação de ver como o rio tá crescendo e com  ele tá crescendo também e como se vai transformando as águas e como também se vai transformando o percurso (...).  

Em relação ao livro “Desenvolvimento, Integração e Conservação da Pan-Amazônia”, segundo o professor Aragón “Este livro tem uma parceria entre o Naea e a Universidade Federal de Integração da América Latina a (UNILA). Na UNILA com a chegada do Pedro Staevie que foi um aluno nosso aqui, que fez doutorado e eu orientei ele, (...) quando terminou o doutorado surgiu um concurso lá na UNILA , ele é gaúcho e ele fez o concurso e passou, se transferiu pra lá, então quando ele chegou lá no Centro da Universidade Latino Americana notou que praticamente não tinha nada sobre a Amazônia, (...) então ele criou um grupo de pesquisa  que está registrado no CNPq ele é o coordenador/ líder e agregou todos professores (...) alguns estudantes de iniciação cientifica que ele mesmo recrutou. (...) E algumas de suas passagens ele disse: “Aragón como faremos para fortalecer esse grupo aqui?”, porque lá essa universidade tem grupos por área digamos tem um grupo que trabalha muito na parte do MERCOSUL com os países do MERCOSUL (...) Então, a ideia desse grupo é fortalecer os estudos Amazônicos sobretudo a integração de fronteiras e tal nessa universidade (...) Então, “Como faremos para que isso cresça? ”Primeiro uma coisa a se fazer e dar a conhecer o que se está fazendo, que pessoas está trabalhando aí, para chamar a outras localizados no mapa (...) Então, realizamos um seminário em abril de 2015 que se chamava “Conservação da biodiversidade e desenvolvimento da Pan-Amazônia, então nesse evento conseguimos trazer várias pessoas do exterior, várias pessoas daqui do Naea a profa. Edna, prof. Hisakhana, Mario Amin, Claudio, Edila Moura, pessoas da Bolívia, do Equador, do Peru, da Colômbia e outros lugares do Brasil. Uma síntese do projeto de cada país e mais a expressão da UNILA como exemplo mais prático digamos para conservação. E Aí eu fiz uma síntese do projeto todo que está incluído aqui nesse livro aqui (...) É interessante, o livro tem 16 capítulos esse segundo livro tem 16 capítulos e são autores muitos deles são conhecidos por nós”. Além disso, o professor Aragón salientou que a foto da capa do livro que trás como destaque uma sumaumeira de um parque da Colômbia, foi realizado por Albano Gomes (Naea/Cátedra Unesco ). Ao final, ocorreu o coquetel de lançamento dos  livros.

Venda - Os livros se encontam à venda na Livraria do Naea. Informações: 3201-8521

Texto e Foto: Lenne Carvalho

Endereço: Av. Perimetral, Número 1 - Guamá, Belém - PA, Brasil Código Postal: 66075-750 55(91) 3201-7231