Escolha o Idioma:        

Da esquerda: Mário Amin, Fábio Carlos, Saint-Clair Trindade, Índio Campos e Edna Castro

Lançamentos marcaram a presença do Naea na Feira do Livro.

O Núcleo de Altos Estudos Amazônicos da Universidade Federal do Pará – Naea esteve presente na XX Feira Pan-Amazônica do Livro com o estande UNAMAZ/Naea, a feira deu início no dia 27/05 e encerrou dia 05/06 no Hangar. Os livros lançados foram; Systema e Ser Humano – Professor Josep Vidal – Naea; a Coleção Formação Regional da Amazônia,que possui quatro volumes e foram construídos pelos professores; Fábio Carlos da Silva, Nírvia Ravena, Edna Castro, Indio Campos, Ligia Simonian, Estér Baptista, Mário Miguel Amin e Sílvia Ferreira Nunes; “Sonhos de Rio”: Memorial Acadêmico e Percursos Geográficos de uma Trajetória Intelectual na Amazônia – Professor Saint-Clair Cordeiro da Trindade Júnior e o livro; Povos Tradicionais do Arquipélago do Marajó e Políticas de Ordenamento Territorial e Ambiental– Professora Rosa Acevedo Marin.

No 03 de junho, sexta-feira, foi lançada a “Coleção Formação Regional da Amazônia” que é dividida em quatro volumes com os títulos e professores respectivos;

Volume IFormação Institucional da Amazônia – Fábio Carlos da Silva e Nírvia Ravena

Volume IIFormação Socioeconômica da Amazônia – Edna Castro e Indio Campos

Volume IIIFormação Socioambiental da Amazônia – Ligia Simonian e  Estér Baptista

Volume IV: Formação dos Municípios da Amazônia – Fábio Carlos da Silva, Mário Miguel Amin e Sílvia Ferreira Nunes.

Coleção - Alguns professores falaram sobre a construção de cada volume e a finalidade do lançamento. A professora Edna Castro contou um pouco sobre a experiência de fazer parte de um dos volumes. “É muito significativo porque esse trabalho foi um trabalho muito longo, coletivo, com muitos autores, mas o volume que coordenei junto com o professor Indio Campos, é um tema importantíssimo por se tratar de uma análise da socioeconomia da Amazônia então nós procuramos trazer o histórico colonial e mostrar a violência da colonização portuguesa, o choque entre culturas, conflitos e todo o processo de produção dessa região que foi feita de uma forma muito dolorosa por parte das populações nativas em confronto com os colonizadores. Então é um tema que atravessa toda a história da Amazônia, é um fio condutor do livro e a finalidade é mostrar que hoje possuímos muitos traços desse peso colonial, de certa imposição, de um olhar, de uma história, de um conhecimento alienígena e que esse embate se produz na sociedade de hoje quando se pensa nos quilombolas, nos indígenas, nas comunidades ribeirinhas e dentro das sociedades urbanas”. Já o professor Indio Campos comentou sobre a significância do lançamento. “Um livro é como um filho que nasce, é sempre uma alegria a gente colocar no papel as nossas idéias baseadas em muita discussão, coleta de dados empíricos, experimentação e quando sai o resultado é sempre motivo de felicidade, bem-estar, uma sensação de dever cumprido e de que se está no caminho certo”.

Para o professor Mário Miguel Amin, a Amazônia é o ponto central das discussões sobre mudanças climáticas no planeta. “O volume IV representa um ponto importante para a Amazônia porque trata da sustentabilidade, então quando se fala na sustentabilidade da nossa Amazônia estamos nos referindo ao o que ela siginifica para o próprio planeta”.

O professor Fábio Carlos da Silva, um dos coordenadores gerais da coletânea diz o que esta coleção representa de contribuição para a sociedade. “Essa Coleção representa uma grande contribuição para a historiografia da Amazônia porque é o que há de mais atual e mais consistente produzida pelos melhores pesquisadores dos nove estados da Amazônia, então é uma referência pra quem quiser entender e também um detalhamento do que aconteceu com a expansão da fronteira econômica a partir de 1960 em todos os estados. O desdobramento disso é o problema que essa coletânea está apontando que são justamente os problemas nos municípios, então é fazer com que haja uma participação da universidade junto com a sociedade com setor produtivo e com os governos para o encaminhamento da solução para esses problemas”. 

Texto: Laura Costa

Endereço: Av. Perimetral, Número 1 - Guamá, Belém - PA, Brasil Código Postal: 66075-750 55(91) 3201-7231