Menu

NAEA 45 Anos

3º Seminário Internacional da Rede TP3 - Turismo, Patrimônio e Políticas Públicas e 9ª Conferência Internacional da AsTRES

Data: De 06/11/2019 a 09/11/2019

Local: NAEA

Cliquez ici pour voir le site en français.

OBJETIVOS

 

O turismo representa um tema estratégico para pesquisa e para políticas públicas, tendo em vista a sua importância econômica, bem como social e ambiental. Mas apesar do reconhecimento de seu alcance na contemporaneidade, historicamente, esse tem sido considerado ainda como um tópico periférico, no âmbito investigativo e de políticas públicas ou ainda, vem sendo simplesmente traduzido como um setor da economia, apenas pela lógica de mercado.

No entanto, nos últimos anos, a percepção de seu alcance em termos de alternativa econômica para o desenvolvimento, bem como de seus potenciais impactos sociais, culturais e ambientais, vem influenciando uma nova abordagem em pesquisa, baseada em uma leitura interdisciplinar, que busca apreender as diversas dinâmicas decorrentes do turismo, na contemporaneidade.

Assim, um esforço significativo tem sido empreendido por muitas instituições públicas de pesquisa na América Latina e na Europa, para promover novas perspectivas de interpretação do turismo e ações com esse direcionamento, visando à construção de bases teórico-metodológicas dirigidas ao denominado turismo sustentável.

Com base nesses antecedentes, o presente seminário tem como objetivo principal, discutir e interpretar as políticas públicas de turismo e políticas afins, em sua articulação com a temática de patrimônio, esse entendido em um sentido amplo e abrangendo a articulação entre natureza e cultura, e patrimônio tangível e intangível, em seu contexto atual, nos planos nacional e internacional.

Nesse evento se busca ainda contribuir para promover e fortalecer uma abordagem qualificada e interdisciplinar em pesquisa, planejamento e capacitação em turismo e para apoiar a construção de dialogo entre a pesquisa acadêmica e a extensão  e, entre a academia e a gestão pública e a sociedade como um todo, com base nos princípios e compromissos associados ao desenvolvimento do turismo, em bases sustentáveis.

O público alvo potencial envolve pesquisadores e profissionais de turismo e temas afins, que desenvolvem pesquisa e/ou projetos na temática de Turismo, Patrimônio e Políticas Públicas, com interesse em elaborar propostas conjuntas de pesquisa e ações dela decorrentes, no âmbito da cooperação em rede, entre os grupos de pesquisa e universidades associadas às Redes TP3 (Brasil) e ASTRES (França), além de outras que possam ter ações de parceria com esse enfoque.

A estrutura do evento envolverá mesas redondas, 03 grupos de trabalho e reuniões técnicas e debates entre os membros das redes em foco, para a construção de propostas de pesquisa e cooperação França-Brasil nessa temática. Nesse sentido, algumas questões norteadoras serão no evento devem inspirar o debate ao longo do processo, para orientar a elaboração de projetos de cooperação e pesquisa entre os pesquisadores brasileiros e franceses associados:

 a)   Quais os temas de pesquisa prioritários na articulação entre Patrimônio, Turismo e Políticas Públicas?

b)   Qual o papel, o significado e o impacto das políticas públicas dirigidas a patrimônio, em relação às tendências turísticas na sociedade contemporânea?

c)    Quais os principais desafios para a integração de políticas públicas com esse enfoque?

d)   Como reformular as políticas públicas de turismo no atual contexto sócio-econômico na França, no Brasil e, no plano global?

e) Como projetar cenários para a pesquisa e para a cooperação França-Brasil, na interface entre Patrimônio, Turismo e Políticas Públicas, no horizonte da Agenda 2030 e do Acordo de Paris?

 

 

ORGANIZAÇÃO

Essa iniciativa é o resultado de um movimento em rede, envolvendo  instituições de pesquisa latino-americanas e europeias, com o objetivo de promover um debate qualificado e crítico sobre o turismo, na articulação com a reflexão sobre patrimônio e políticas públicas, a partir do reconhecimento da complexidade da dinâmica contemporânea e da perspectiva de projeção de cenários, diante da crise civilizatória e das agendas globais.

 O evento representa, assim, a continuidade de um movimento iniciado, em maio/junho de 2016, por meio do evento Turismo, Natureza e Cultura: Desafios para a pesquisa e para políticas públicas, organizado pelo Universidade Federal do Rio de Janeiro, no âmbito da cooperação franco-brasileira em pesquisa dirigida ao turismo, em bases sustentáveis. Essa iniciativa inspirou, ainda, um segundo encontro em Paris, em outubro de 2018, intitulado Tourisme, Patrimoine et Politiques Publiques, organizado por Paris 1 em arceria com demais instituições parceiras franco-brasileiras e, se desdobra no presente evento, coordenado pela Universidade Federal do Pará, na expectativa que reuniões bianuais alternadas entre os dois países possam ser realizadas em caráter sistemático em uma perspectiva de longo prazo.

 O objetivo dessa rede de pesquisa é promover um esforço conjunto dedicado ao fortalecimento de vínculos para a pesquisa interdisciplinar e, para a capacitação de recursos humanos, em nível de pós-graduação neste campo temático. Também se busca aprimorar o diálogo entre a academia e os demais setores da sociedade e promover um intercâmbio sistemático de experiências em ambos os países.

No Brasil, as principais instituições que compõem o núcleo da Rede TP3 são a UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro, a USP - Universidade de São Paulo, a UNICAMP - Universidade de Campinas, a UFPA - Universidade Federal do Pará e, a UFRRJ - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (https://astrestp3.wixsite.com/astres-tp3).

Na França, as instituições envolvidas, envolvem Paris 1 e demais instituições articuladas à Rede AsTRES, uma rede de universidades e instituições de ensino superior, especializada em pesquisa e educação na temática do turismo na França (http://association-astres.fr/fr/).

Com base nesses antecedentes, são os seguintes os Grupos de Trabalho que deverão orientar os debates sobre as pesquisas em curso:

 

GT 1 – Turismo, Natureza e Cultura

Com base no reconhecimento da complexidade envolvida na reflexão sobre o turismo, atualmente as investigações acadêmicas a êle dirigidas vem buscando, cada vez mais, integrar diferentes áreas do conhecimento.  Essas interações contribuem para a construção de um quadro teórico inovador, que tende a favorecer a percepção interdisciplinar desse fenômeno contemporâneo, complexo e polissêmico. Assim, o debate sobre a noção de patrimônio, na articulação entre natureza e cultura e, em seus desdobramentos em políticas públicas, compõe o foco central desse GT. Nesse caso, o turismo sendo interpretado não apenas como atividade dinâmica de mercado (com base na lógica de serviços e produtos turísticos) mas, principalmente, como prática social, que envolve a dinâmica das  relações sociais e, as questões culturais subjacentes, na relação com a natureza e o ambiente onde essas praticas se desenvolvem. Essas relações implicam na interação entre as populações das localidades turísticas e os próprios turistas, envolvendo questões políticas, econômicas, sócio-culturais, ambientais e éticas. Nesse  intercâmbio, se busca a imersão na  abordagem patrimonial, na articulação entre patrimônio natural e cultural, no âmbito de políticas públicas. Assim o GT1 tem como objetivo fomentar a  discussão abrangente sobre o turismo como fenômeno sociocultural complexo. Os trabalhos acadêmicos nesse GT poderão, assim, ser dirigidos ao turismo, segundo a perspectiva de análise geográfica, ambiental, sócio cultural e política, tendo a noção de paisagem como inspiração. Se pretende, ainda, discutir as relações socioculturais, ambientais e éticas envolvidas no turismo, na articulação entre natureza e cultura.

Email para submissão: rtp2019.submissao.gt1@gmail.com

 

Coordenadores GT1:

Diana Priscila Sá Alberto, Universidade Federal do Pará.

Marta de Azevedo Irving, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Hervé Therry, Neli Aparecida/ Universidade de São Paulo

Sébastien Jacquot, Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne.

 

GT 2 – Turismo, Patrimônio e Políticas Publicas

Nesse eixo temático serão discutidas as pesquisas acadêmicas relacionadas à reflexão abrangente, sobre a relação entre patrimônio, natureza e cultura, com ênfase no debate dirigido às  correntes teóricas, métodos de análise, perspectivas metodológicas envolvidas e/ou estudos de caso ilustrativos com relação ao debate em foco. Se busca complementarmente discutir abordagens sobre o turismo que inspirem práticas efetivas para o desenvolvimento da pesquisa acadêmica sobre patrimônio e patrimonialização. O GT 2 visa intercambiar experiências em um espaço coletivo de discussão, que permita a identificação de desafios para a pesquisa franco-brasileira sobre as temáticas envolvidas no debate teórico e metodológico associado ao significado de patrimônio, na perspectiva de políticas públicas.

Email para submissão: rtp2019.submissao.gt2@gmail.com

Coordenadores GT2:

Bertrand RéauUniversité Paris 1 Panthéon-Sorbonne

Maria Augusta Freitas Costa,Universidade Federal do Pará.

Maria Tereza Duarte Paes, Universidade de Campinas

Mirleide Chaar Bahia, Universidade Federal do Pará

 

GT 3 – Turismo, Desenvolvimento e Políticas Públicas

Nesse eixo temático pretende-se promover o debate das atuais linhas de pesquisa que vem se desenvolvendo nos diversos campos de produção acadêmica, com ênfase nas correntes teóricas, métodos de análise, perspectivas metodológicas e/ou estudos de caso que priorizem abordagens dirigidas à questão do turismo na perspectiva do desenvolvimento, em seus rebatimentos em políticas públicas. O GT 3 busca fomentar um espaço qualificado de debate diante dos desafios  relacionados ao turismo na articulação com políticas públicas, considerando as tendências globais.  

Email para submissão: rtp2019.submissao.gt3@gmail.com

Coordenadores GT3:

Jéssika Paiva França, Faculdade de Turismo, Universidade Federal do Pará.

Francesca Cominelli, Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne.

Neli Aparecida de Mello-Théry, Universidade de São Paulo.

Rita de Cássia Ariza da Cruz, Universidade de São Paulo

 

Procedimentos de Submissão de Resumo Expandido

Envio de resumos expandidos - Novos Prazos - até 10 de agosto de 2019, para os emails correspondentes aos GTs.

Os resultados da análise dos resumos será divulgado  aceitação até 05 de setembro de 2019.

 

Regras para Submissão do Resumo expandido

A submissão de resumo expandido, em um dos três eixos do evento, deve obedecer às seguintes regras:

 

1.    Cada autor só poderá submeter um trabalho como primeiro autor, sendo aceitável até dois coautores em cada proposta;

2.    O resumo expandido deve ser redigido, preferencialmente, em Português ou Francês, podendo ser submetido, também, em espanhol ou inglês;

3.    O trabalho deverá conter: título (em caixa alta, negrito e centralizado), nome do autor e dos coautores (quando necessário);

4.    Os autores devem indicar, em nota de rodapé, suas filiações institucionais e dados profissionais que acharem relevantes (grupos de pesquisas nos quais participam, projetos e instituições com as quais colaboram, formação acadêmica etc.);

5.    Os autores devem indicar o Eixo Temático ao qual desejam submeter seu trabalho;

6.    O trabalho deve ser redigido em programa word ou semelhante, que permita edição, e deve ter, no mínimo, 3 páginas e, no máximo, 5 páginas, com margem normal (2,5 cm superior e inferior; e 3,0 cm nas laterais), considerando letra tipo Times New Roman 12, espaçamento 1,5 e justificado;

7.    O texto deve conter Introdução (como apresentação e contexto do tema, problemática de pesquisa e objetivos); metodologia; discussão dos resultados e referências.  

8.    Somente serão aceitas submissões de docentes ou profissionais pesquisadores e/ou discentes da Pós-graduação.   

Notas: a apresentação de trabalho neste evento estará condicionada à aprovação do texto submetido, conforme as supracitadas normas e ao pagamento da inscrição no evento. Ao submeter trabalho ao evento, os autores asseguram aos organizadores, o direito de publicá-lo no livro dos anais do evento e de divulgá-lo, eletronicamente.

 

INSCRIÇÕES – Vagas Limitadas (em breve informações sobre os procedimentos para inscrição e pagamento)

DATA PARA SUBMISSÃO DE TRABALHO : DATA 10 DE AGOSTO
RESULTADO DOS TRABALHOS APROVADOS: 01 DE SETEMBRO

 

Até o dia 15 de setembro:

R$ 150,00 - PESQUISADORES E PROFESSORES
R$ 110,00 - ALUNOS DA PÓS GRADUAÇÃO E OUTROS

 

Após esta data:

200  REAIS - PESQUISADORES E PROFESSORES
150 REAIS - ALUNOS DA PÓS GRADUAÇÃO E OUTROS

OS TRABALHOS SELECIONADOS SERÃO PUBLICADOS EM NÚMERO ESPECIAL DOS PAPERS DO NAEA.
OS TRABALHOS COMPLETOS PODERÃO SER PUBLICADOS EM PERIODICOS E LIVROS POSTERIORMENTE AO EVENTO

 

Programação Preliminar

Quarta feira, 6 de novembro

9 às 12h: Roteiro Geo-turístico da Belle Époque

16 às 17 hs: Inscrições

17 às 19h: Conferência de Abertura: Políticas Públicas, Patrimônio e Turismo: desafios para a construção de redes de conhecimento Brasil - França.

 

Quinta-feira, 07 de novembro

9 às 12h: Mesa 01(em fase de confirmação)

12 às 14h: Almoço

14 às 16h: Grupos de Trabalho

16 às 18.30h: Reunião pesquisadores da Rede TP3/ASTRES

 

Sexta-feira, 08 de novembro.

9 às 12h: Mesa 02 (em fase de confirmação)

12 às 14h: Almoço

14 às 16h: Grupos de Trabalho

16 às 18.30h: Reunião pesquisadores da Rede TP3/ASTRES

 

Sábado, 09 de novembro

9 às 12h: Roteiro Geo-turístico do Ver-o-Peso-Centro Histórico

12.30 às 15h - Almoço (opcional)

 

 

COMITÊ ORGANIZADOR

Comitê - BRASIL

Maria Goretti da Costa Tavares, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade Federal do Pará.

Silvio José de Lima Figueiredo, NAEA, Universidade Federal do Pará.

Maria Augusta Freitas Costa, Faculdade de Turismo, Universidade Federal do Pará.

Jéssika Paiva França, Faculdade de Turismo, Universidade Federal do Pará.

Marta de Azevedo Irving, Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Roberto Bartholo,  Universidade Federal Federal do Rio de Janeiro.

Maria Tereza Duarte Paes, Universidade de Campinas.

Neli Aparecida de Mello-Théry, Universidade de São Paulo.

Hervé Therry, Universidade Rita Cruz de São Paulo

Rita de Cássia Ariza da Cruz , Universidade de São Paulo.

Teresa Cristina Viveiros Catramby, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

 

Comitê - FRANÇA

Bertrand RéauUniversité Paris 1 Panthéon-Sorbonne.

Maria Gravari-Barbas, Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne.

Francesca Cominelli, Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne.

Sébastien Jacquot, Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne.

 

COMITÊ CIENTÍFICO:

Bertrand RéauUniversité Paris 1 Panthéon-Sorbonne.

Diana Priscila Sá Alberto, Faculdade de Turismo, Universidade Federal do Pará.

Francesca Cominelli, Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne.

Hervé Therry, Universidade de São Paulo

Jéssika Paiva França, Faculdade de Turismo, Universidade Federal do Pará.

Maria Augusta Freitas Costa, Faculdade de Turismo, Universidade Federal do Pará.

Marta de Azevedo Irving,  Universidade Federal do Rio de Janeiro

Maria Gravari-Barbas, Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne.

Maria Tereza Duarte Paes, Universidade de Campinas.

Mirleide Chaar Bahia, Universidade Federal do Pará

Neli Aparecida de Mello-Théry, Universidade de São Paulo.

Rita de Cássia Ariza da Cruz , Universidade de São Paulo.

Roberto Bartholo, Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Sébastien Jacquot, Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne.

 

INFORMAÇÕES: rtp2019.informacao@gmail.com

 

      

 

Para mais informações


Entre em contato por telefone, por nosso website, e-mail, redes sociais ou pessoalmente

Secretaria adjunta do NAEA:

(91) 3201-7701/7647

E-mail dos 45 anos:

naea45anos@gmail.com

Redes Socias:

 

Endereço:

Av. Perimetral, Nº1 - Guamá. Belém-PA, Brasil

Renderizada em 0.1640 segundos.