Escolha o Idioma:        

Papers

Condições higiênico-sanitárias em casas produtoras de farinha de tapioca: uma análise no distrito vila de americano, município de santa Izabel do Pará (Paper 394)
Autor(es): Samara Avelino de Souza França e Maria de Valdivia Costa Norat
Ano: 2018
Resumo: E Considerando que as casas produtoras de farinha de tapioca podem ser afetadas pelas condições sanitárias no domicilio ou no seu entorno, objetivou-se analisar suas condições higiênico-sanitárias no distrito Vila de Americano, município de Santa Izabel do Pará. A coleta de dados consistiu de entrevistas com perguntas fechadas e observações in loco. Verificou-se que a maioria dos produtores são homens, com idade de 31 a 45 anos, com ensino fundamental incompleto, cujas casas de farinha são de madeira, possui água canalizada, os resíduos são coletados pela Prefeitura e os dejetos seguem para fossas rudimentares ou para a sarjeta, com piso, teto e paredes relativamente conservados. De modo geral, as instalações estavam limpas, embora não tenha se verificado lavatórios e lixeiras nas suas dependências. A maioria dos manipuladores não utilizava vestimenta adequada, nem equipamentos que previnam contaminação da farinha, como luvas, toucas e máscaras. Portanto, trata-se de condições relativamente precárias, cuja implementação de ações (disponibilização de um Manual de Boas Práticas de Fabricação específico para a farinha de tapioca; apoio e incentivo governamentais para melhoria físico-estrutural das casas e linhas de credito; educação sanitária para os produtores e seus funcionários) são fundamentais para garantir a qualidade dos alimentos e a segurança alimentar..
Palavras-chave: Condições higiênico-sanitárias. Segurança alimentar. Casas produtoras de farinha.
Abstract:

Considering that the producing houses of tapioca flour can be affected by sanitary conditions in the household or its surroundings, this research aimed to analyze hygienic-sanitary conditions of production in the district of Vila de Americano, municipality of Santa Izabel do Pará. The collecting data consisted of interviews with closed-ended questions and on-site observations. It was found that most of the producers are men aged 31 to 45, with incomplete elementary education, whose producing houses of flour are made of wood, have piped water system, solid waste is collected by mayoralty and the wastewater follow to basic cesspits or gutter, with relatively conserved floor, roof and walls. In general, the sanitary installations were clean, although there weren't sinks and trashes in its outbuildings. Most of the handlers did not wear appropriate clothing or equipment that prevents flour contamination, such as gloves, caps, and masks. Therefore, these are relatively precarious conditions, whose actions implementation (provision of specific Good Production Practices Manual to tapioca flour; government support and incentives to physical-structural improvement of houses and credit line; sanitary education for producers and their employees) are essential to ensure food quality and food safety.

[ fazer download ]
Endereço: Av. Perimetral, Número 1 - Guamá, Belém - PA, Brasil Código Postal: 66075-750 55(91) 3201-7231