Elmar Altvaer foi professor vistante no Naea

Comunidade do Naea lamenta a morte do professor Elmar Altvater.

No dia 1 de maio faleceu, em Berlim, Alemanha, Elmar Altvater, cientista político e professor da Universidade Livre de Berlim. Altvater, nasceu em 1938 em Kamen (Alemanha), filho de um trabalhador de mina da região industrial do Ruhr, fêz sua formação na Universidade de Munich, na área de Sociologia e Economia e, defendeu sua tese de doutorado em 1968. Altvater iniciou a sua carreira acadêmica na Universidade de Erlangen-Nürnberg e a partir de 1971 assumiu a cátedra de Economia Política no Otto-Suhr-Institut da Universidade Livre de Berlim.

Além de sua atuação acadêmica Altvater sempre esteve presente na discussão política contemporânea, seja por meio de sua militância em partidos políticos (Die Linke) ou em organizações da sociedade civil. Nos últimos anos ele foi membro do conselho científico do Attac.

O objeto central de sua obra e sua atuação política estava circunscrito em torno da análise crítica do capitalismo global, suas formas de modificação, renovação e crise. Na sua vida acadêmica ele não abriu mão da economia política de Marx como método de análise da realidade, mas, ampliou o seu referencial teórico na tentativa de elaborar análises criticas do capitalismo global e sua força destrutiva para a sociedade e a natureza.

Nesse processo da construção de uma economia política crítica do capitalismo global, a Amazônia teve um papel importante como objeto empírico de suas análises. No início de 1980, Altvater iniciou a sua relação com a região quando esteve como professor visitante no Naea e manteve os laços acadêmicos com este instituto por meio de visitas regulares nos últimos trinta anos. Ele foi um dos convidados do Seminário dos 35anos do Naea e participou do Fórum Social Mundial de 2009.

No decorrer de sua vida acadêmica Altvater publicou além de inúmeros artigos, cerca de 40 livros, alguns traduzidos e disponíveis em português ou espanhol, tais como “O preço da riqueza", "O fim do capitalismo como o conhecemos”, "Las Limitaciones de La Globalizacion" (junto com Birgit Mahnkopf), " La Globalización de la Inseguridad" (junto com Birgit Mahnkopf). 

Todos, assim como eu, que tiveram o privilégio de conhecê-lo de perto e trabalhar com ele, sentirão saudades do convívio com este grande intelectual e um ser humano gentil, generoso, e solidário.

Texto:  Prof. Dr. Armin Mathis - Naea

Foto: Diivulgação internet

Endereço: Av. Perimetral, Numero 1 - Guamá, Belém - PA, Brasil Código Postal: 66075-750 55(91) 3201-7231