Escolha o Idioma:        

Programa de pós-graduação recebe nota 6

Programa de pós-graduação do Naea recebe nota 6

na avaliação da Capes.

O Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido – PPGDSTU, do Núcleo de Altos Estudos recebeu nota seis (6) – numa escala cuja nota máxima é sete – na avaliação quadrienal da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – Capes, órgão responsável por avaliar os programas de pós-graduação no Brasil. A notícia publicada ontem, 19 de setembro, é um alento para as instituições de ensino e de pesquisa do país, considerando o atual cenário de cortes de recursos. Para o diretor do Naea, prof. Durbens Nascimento, o resultado extraordinário da nota do PPGDSTU - única entre os programas com forte presença das Ciências Sociais Aplicadas na Área Interdisciplinar da Capes - revela a capacidade de mobilização do Naea, e do PPGDSTU em particular, para produzir ciência em condições menos vantajosas do que o conhecimento que se produz nos centros mais avançado do Brasil. “Tal conquista elevam o Naea e o PPGDSTU em outro patamar o qual exigirá inovação de metodologias e teorias capazes de sustentar a atual nota e buscar o sete. Apesar da grave ameaça que pesa sobre as universidades e o povo brasileiro, essa conquista deve servir de motivação para a luta, no nosso ambiente de atuação, contra os modelos perversos de desenvolvimento que excluem de seus benefícios a parcela majoritária de trabalhadores e de trabalhadoras”, frisou Durbens.

A nota seis obtida pelo Programa  de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido é fruto de árduo trabalho coletivo, que envolveu professores, técnicos e estudantes, assim avalia a profa. Mirleide Bahia, coordenadora do PPGDSTU. “Primeiro é importante dizer que o resultado dessa avaliação é resultado de uma construção coletiva entre todos do Naea. É preciso também frisar que essa nota tem muito do forte esforço do prof. Silvio Figueiredo – que até o ano passado era o coordenador do programa. Além disso, essa avaliação mostra o alto incremento da produção quantitativa e qualitativa das pesquisas na e sobre a Amazônia – o que por consequente tem contribuído para maior visibilidade sobre a nossa região e sobre a nossa contribuição para a melhoria da vida das pessoas e do meio ambiente amazônico”. A profa. Mirleide ressaltou ainda que o programa do Naea tem mantido ao longo de sua história importantes parcerias e acordos internacionais, recebendo professores visitantes, implementando regimes de co-tutela com os discentes e com um quadro de docentes que participam ativamente de associações como a Anpur, Anpas e Anpel, por exemplo. 

Histórico – O Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido (PPGDSTU) faz parte do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (Naea), da Universidade Federal do Pará. O Naea existe desde 1972, quando foi concebido como uma unidade de Pós-Graduação e de Pesquisa Interdisciplinar voltada à análise da dinâmica social, econômica e ambiental da Amazônia. No plano institucional, tinha a finalidade, enquanto instituto interdisciplinar, de propiciar a integração da Universidade Federal do Pará (UFPA) em suas diversas áreas de conhecimento, além de iniciar propostas de integração de pesquisas e ensino de pós-graduação no plano internacional, principalmente no que diz respeito à Pan-Amazônia.

O Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido é formado pelos níveis de Mestrado e Doutorado. O Mestrado em Planejamento do Desenvolvimento (PLADES) foi implantado em 1977 e foi pioneiro dos programas de pós-graduação stricto sensu das áreas de humanidades e ciências sociais aplicadas na Amazônia. O curso foi, desde o início, temático voltado à formação e à pesquisa sobre o planejamento do desenvolvimento. O Doutorado em Ciências – Desenvolvimento Socioambiental iniciou em 1994, absorvendo o debate crítico de ponta na época nos temas sobre desenvolvimento, planejamento e questões ambientais.

Serviço:

O edital para o ingresso em 2018 deverá sair no próximo mês de outubro. Mais informações em: http://www.ppgdstu.propesp.ufpa.br/index.php/br/

Endereço: Av. Perimetral, Número 1 - Guamá, Belém - PA, Brasil Código Postal: 66075-750 55(91) 3201-7231