Escolha o Idioma:        

A oficina é uma realização do Naea

Oficinas abertas sobre ocupação e gestão de espaços culturais.

O planejamento e a gestão de um espaço cultural e ainda a ocupação artística e a relação desses lugares com a cidade e com o público são temas das oficinas “Planejamento e Gestão de Espaços Culturais e a Relação com a Cidade” e “Exercício de Gestão de Espaços Culturais”, que serão ministradas respectivamente, nos dias 15 e 22 de junho, das 15h às 22h, no Casarão Viramundo. 

As oficinas serão ministradas pela Elis de Araújo Miranda, coordenadora do Projeto de Implantação do Galpão Cultural da UFF/Campos; professora do programa de pós-graduação em Desenvolvimento Regional, Ambiente e Políticas Públicas (PPGDAP/UFF/CAMPOS), doutora em Planejamento Urbano e Regional pelo IPPUR\UFRJ, e que atualmente está desenvolvendo pesquisa como Pós-Doc no Núcleo de Altos estudos Amazônicos (Naea/UFPA).

A realização é do NAEA\UFPA, por meio de Elis de Miranda, em parceria com o Casarão Viramundo, e com apoio do Circular Campina Cidade Velha e Holofote Virtual - blog arte, mídia e comunicação. A carga horária é 8 horas e há apenas 25 vagas para cada um dos dias.

As inscrições estão abertas, para participar é preciso solicitar a ficha de inscrição pelo e-mail: holofotevirtual@gmail.com. O investimento de R$ 10,00 (artistas) e R$ 20,00 (gestor). Todos os recursos serão revertidos a manutenção do Casarão Viramundo, espaço cultural sediado no bairro da Cidade Velha, e que desenvolve ações de arte e saúde mental no centro histórico e em outros bairros de Belém.Mais informações: 91 98134.7719.

A gestão de espaços coletivos e a relação com a cidade

Indicada para gestores de Espaços Culturais, a oficina “Planejamento e Gestão de Espaços Culturais e a Relação com a Cidade” tem uma proposição de metodologias de planejamento, com vistas a uma apropriação democrática da cidade. Pensar de forma articulada a gestão de cada um dos espaços culturais, a relação destes entre e si e as ações coletivas na cidade. Discutir o direito à cidade a partir da dimensão cultural e a noção de território usado – em atenção aos territórios usados por agentes culturais, em contraposição a uma noção de território estruturado pelas forças de econômicas e de poder. Esta será realizada no dia 15 de junho (feriado), das 15h às 22h.

 

Os coletivos artísticos em espaços culturais

 

Já a oficina “Exercício de Gestão de Espaços Culturais” é direcionada a agentes culturais inseridos em coletivos e casas de cultura. Elis de Miranda utilizará a experiência da concepção do Galpão Cultural da Universidade Federal Fluminense em Campos dos Goytacazes (RJ), a partir de uma das metodologias de planejamento participativo e gestão associada.

A oficina traz como proposição a aplicação de uma metodologia de gestão de espaços coletivos criados por agentes que atuam na cidade a partir da dimensão cultural, a fim de proporcionar articulações internas ainda não percebidas, bem como identificar pontos convergentes entre os demais grupos e o mais importante, como cada um dos grupos atua na cidade e a relação com outras instâncias do Estado e da Sociedade. No dia 22 de junho, das 15h às 22h.

Serviço:

Oficinas “Planejamento e Gestão de Espaços Culturais e a Relação com a Cidade” (Gestores, investimento: R$ 20,00), no dia 15, e “Exercício de Gestão de Espaços Culturais”, (agentes culturais e artistas. Investimento; R$ 10,00), no dia 22. Das 15h às 22h - 25 vagas cada. Ficha de inscrição e orientações pelo e-mail: holofotevirtual@gmail.com. Realização Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (NAEA\UFPA). Parceria: Casarão Viramundo. Apoio: Circular Campina Cidade Velha e Holofote Virtual - blog arte, mídia e comunicação.  Mais informações: 91 98134.7719

Endereço: Av. Perimetral, Número 1 - Guamá, Belém - PA, Brasil Código Postal: 66075-750 55(91) 3201-7231