Tragédia na Colômbia atinge família de antiga aluna do Naea

Antiga aluna de doutorado do Naea pede ajuda para comunidade

atingida pelos deslizamentos na Colômbia.

Maria Ernestina Garreta Chindoy foi a primeira indígena a defender uma tese de doutorado no Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, da  Universidade Federal do Pará – UFPA. O ato histórico ocorreu no dia 16 de maio de 2016, no auditório do Naea, onde a advogada colombiana, pertencente ao pueblo Ingaapresentou seu trabalho "Mandatos  Nacionales y Realidades Locales: Análisis de la Política del Agua en la Frontera Amazónica" para a banca examinadora. Maria possui vários parentes e amigos que residem na cidade de Mocoa, Departamento de Putumayo, no sul da Amazônia Colombiana, região atingida na semana passada por chuvas intensas que provocaram deslizamentos de terra misturados com rochas em grande proporção que destruíram casas, ruas, estradas, vilas, resultando na morte trágica de mais de 250 pessoas e deixando outros 200 desaparecidos. Há confirmação da morte e desaparecimento de vários familiares de Maria Ernestina.

Os moradores de Mocoa estão em situação desesperadora tentando localizar os parentes desaparecidos, enterrar seus mortos e sobreviver diante da avalanche de lama misturada com água e pedras. Neste momento não há energia elétrica, água potável, alimentação e condições de moradia para os sobreviventes. Tudo foi engolido vorazmente pela correnteza dos rios que transbordaram e sucumbiram com a cidade. Maria Ernestina entrou em contato com professores e colegas do Naea para relatar o estado de calamidade que atingou a região na qual reside.

Solidariedade - Em solidariedade à Maria Ernestina Garreta Chindoy, a seus familiares e aos hermanos de Mocoa, Putumayo, solicitamos vossa ajuda com doações para a aquisição de alimentos, vestuário, colchonetes, água potável e materiais de primeira necessidade. Haverá porterior prestação de contas das doações efetivadas para ajudar a comunidade de Puntomayo, com a divulgação pública de todas contribuições e respectivos valores.

Sua contribuição pode ser enviada para:

Banco do Brasil

Agência: 3702-8

Conta-corrente: 32103-6

James Monsalve

Endereço: Av. Perimetral, Numero 1 - Guamá, Belém - PA, Brasil Código Postal: 66075-750 +55(91) 3201-7231