Escolha o Idioma:        

O professor Jean Hébette teve importância fundamental no Naea

Nota de luto pelo falecimento do professor Jean Hébette.

A primeira geração de professores, pesquisadores, estudantes, técnicos administrativos do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (NAEA) possui uma ideia muito próxima do professor  Jean Hébette, falecido no dia 11 de novembro de 2016, na Bélgica, sua terra natal.  

Para os primeiros professores, pesquisadores e estudantes do Naea, o reconhecimento é total, pois suas ações foram centrais para a formação  e incentivo  de grupos de pesquisa.  Os projetos de pesquisa sob sua coordenação foram diversos e todos direcionados para os camponeses,  agricultores, colonos,  posseiros  e,  desta perspectiva,  animou  a formação do Grupo de Pesquisadores  Sociais na Agricultura - PIPSA, na década de oitenta;  contribuiu para a instalação do Centro Agroecológico do Tocantins - CAT; destacou-se na institucionalização do NEAF,  e pelas diversas atuações no curso de Mestrado em Planejamento do Desenvolvimento do Naea.  

Entre essas atividades, a formação de agricultores tomava novo direcionamento, movida pela luta, pela autonomia e mobilização dos sindicatos de trabalhadores rurais.

 A editoração do NAEA se constituiu com essas iniciativas de pesquisa e se organizou a partir das linhas traçadas pelo pesquisador, que escreveu  trabalhos de referência obrigatória  para o estudo da Amazônia.

 O intelectual Jean Hébette assumia, intransigentemente, a posição de  que o seu lugar,  dentro e fora das universidades, era produzir conhecimentos para lutar e resistir contra a subordinação dos povos. Receba, professor Jean  Hébette   no cruzamento dessa nova fronteira,    nossa admiração e gratidão.

            Professores, estudantes, técnicos administrativos e Direção do NAEA.

(* 15 de fevereiro de 1925   11 de novembro de 2016)   

Foto: Acervo Jornal Pessoal

Endereço: Av. Perimetral, Número 1 - Guamá, Belém - PA, Brasil Código Postal: 66075-750 55(91) 3201-7231