Escolha o Idioma:        

Naea lança livro premiado

Livro “Santarém: Mudanças e Permanências na Relação Cidade-Rio na Amazônia” será lançado na terça em Belém.

 

O livro apresenta a pesquisa de mestrado realizada em Santarém, Oeste do Pará, onde a autora Tatiane Costa buscou entender o processo de urbanização recente, marcado por tensões com novas frentes econômicas regionais como o agronegócio.

Nesta terça, dia 18, a partir das 18 horas, o livro “Santarém: Mudanças e Permanências na Relação Cidade-Rio na Amazônia” será lançado em Belém, na livraria Fox (Dr. Moraes, 584, entre as ruas Conselheiro Furtado e Mundurucus).

De autoria da geógrafa e pesquisadora Tatiane Silva da Costa, o livro foi publicado pela editora do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (NAEA), da Universidade Federal do Pará (UFPA), como uma das dissertações vencedoras do Prêmio Naea.

Entre outros objetivos, o trabalho aborda diferentes e contraditórias formas de interação entre a cidade e o rio em Santarém, buscando explicar a produção do espaço e o processo de reestruturação urbana da cidade no que se refere à sua dinâmica ribeirinha.

A pesquisadora, que também é professora do Instituto Federal do Pará (IFPA) em Marabá, cursa atualmente o doutorado em Geografia no Rio de Janeiro, pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Por esse motivo, apesar do livro ter sido editado em 2015, será lançado em Belém apenas este ano, com previsão de apresentação também em Santarém, onde a pesquisa foi realizada.

Pesquisa - Segundo Tatiane, o trabalho foi construído para ajudar a compreender as mudanças e permanências pelas quais passam as cidades ribeirinhas na Amazônia, a partir de Santarém, , a pesquisa também mostra que a especificidade do urbano-regional não se anima apenas pelo rio ou pela estrada, mas “sintetiza o conjunto dessas relações, através da coexistência de diferentes uma cidade média e de grande centralidade urbana na região do Oeste do Pará. Nesse contexto tempos históricos”

Orientada pelo professor Saint-Clair Trindade Júnior, a pesquisa foi realizada a partir de análises bibliográfica e documental, observações sistemáticas, registro fotográfico, aplicação de formulário e entrevistas semiestruturadas com moradores da cidade.

Como resultados, a autora descreve diferentes contextos da relação entre Santarém e o rio. “A formação socioespacial da cidade de Santarém revela contextos em que o rio dinamiza o sentido das relações e das formas urbanas e outros em que esta importância é relativizada pela expansão de frentes econômicas ligadas à estrada, o que revela a coexistência de diferentes formas de interação desta cidade com os cursos fluviais”, explica Tatiane.

Tendo o espaço intraurbano como escala, o texto também apresenta “um conjunto de padrões de organização espacial, que referenciam diferentes vetores de crescimento urbano e lógicas distintas de usos da cidade e do rio, o que auxiliou no reconhecimento das mudanças e permanências relacionadas à dinâmica ribeirinha de Santarém”.

Fragmentos do urbano, como as feiras, mercado e portos, são bastante descritos nas análises, por revelarem, segundo a autora, “como se configuram os espaços que melhor denotam a permanência da face ribeirinha de Santarém, considerando as múltiplas dimensões e a diversidade de experiências da vida social em ambientes urbanos da Amazônia”.    

Serviço: O lançamento do livro será realizado hoje, terça-feira dia 18, das 18 às 20h30, na livraria Fox, localizada na Travessa Doutor Moraes, número 584, entre as Ruas Conselheiro Furtado e Mundurucus. Mais informações e entrevistas disponíveis na assessoria do Naea pelo número 91 3201-8521.

Endereço: Av. Perimetral, Número 1 - Guamá, Belém - PA, Brasil Código Postal: 66075-750 55(91) 3201-7231