Escolha o Idioma:        

Mesa-redonda "Mosqueiro: 121 anos de cultura, arte e turismo".

Mesa-redonda "Mosqueiro: 121 anos de cultura, arte e turismo".

 

O Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (NAEA), por meio da Editora, Biblioteca e Coordenadoria de Pesquisa e Extensão, promoveu no dia 2 de julho a mesa-redonda “Mosqueiro: 121 anos de cultura, arte e turismo”. O evento ocorreu na própria Bucólica e contou com a formação da mesa por  convidados locais e com participantes da comunidade: professores, estudantes, etc.

Fizeram parte da mesa o jornalista Beto Messias, representando a Agência Distrital de Mosqueiro, que abordou vários aspectos da Ilha como a origem do local, o turismo, a cultura e peculiaridades da chamada “Ilha do Amor”. Beto Messias enfatizou o fato de Mosqueiro ser uma “marca” muito forte dentro do Estado do Pará e fora dele, podendo ser “vendido” como produto turístico para o Brasil e para o mundo. Uma de suas peculiaridades, disse o palestrante, é ter rios com ondas.

Arnaldo Rodrigues, professor de português, também fez parte da mesa e falou sobre a história da Ilha e ela faz parte de sua inspiração para a produção de contos e poemas. O professor fez uma exposição sobre suas obras, principalmente “Flores da Praia Grande”, livro que foi lançado durante a programação

“Flores da Praia Grande” é um o romance que retrata a beleza arquitetônica, natural e histórica da Bucólica, que serve de cenário para a história de amor vivida por João Malato, um militar dos anos 70.

Após a sessão de perguntas aos participantes da mesa, Lairson Costa, autor dos livros “Mosqueiro em Versos”, “Mosqueiro, Pura Poesia” e “Um Encanto de Ilha”, disse um poema de sua autoria.

O evento fez parte do projeto “O NAEA vai à comunidade”, realizado uma vez por mês, e foi uma homenagem ao aniversário de fundação da Ilha de Mosqueiro.

Endereço: Av. Perimetral, Número 1 - Guamá, Belém - PA, Brasil Código Postal: 66075-750 55(91) 3201-7231