Escolha o Idioma:        

Habermas e Luhmann para administração

A Observação da administração pública: o paradigma comunicativo de Jürgen Habermas e o sistêmico-funcional de Niklas Luhmann

 

A pesquisa qualitativa na ciência da administração, especificamente no âmbito público, tem conseguido normalizar-se e explorar as possibilidades de diferentes paradigmas e metodologias. Contudo, são raras as pesquisas e observações que fundamentam os paradigmas comunicativos. Na base, a pergunta teórica é: Qual pode ser sua contribuição operacional para as observações na administração pública? São explorados neste trabalho as possibilidades e os limites e sua aplicação nas observações empíricas na administração pública do paradigma “entendimento comunicativo”, proposto por Niklas Luhmann, e a comunicação pragmático-universal de Jürgen Habermas. De acordo com a descrição dos limites dos paradigmas, propõe-se a utilização da noção de “autopoiesis reflexiva” como conceito capaz de sintetizar de forma dinâmica as limitações da autopoiese e da comunicação para as observações nas organizações públicas. 

Leia o artigo

Foto: Bruno Gusmão

Endereço: Av. Perimetral, Número 1 - Guamá, Belém - PA, Brasil Código Postal: 66075-750 55(91) 3201-7231